Como reduzir custos na construção civil: 7 Dicas

reduzir custos na construção civil

Como reduzir custos na construção civil: 7 Dicas

Seja incorporadora, construtora ou empreendimento único, veja como reduzir custos na construção civil com essas 7 dicas.

 

No início de 2021 os materiais do mercado de construção civil sofreram uma forte alta nos preços.

Isso deixou muitas incorporadoras e construtoras preocupadas com o gerenciamento de obras, inclusive levando ao adiamento do lançamento de alguns empreendimentos.

Para quem ainda está em fase de construção, existe a opção de buscar a redução de custos, a fim de compensar essa diferença e seguir com os planos de lançamento.

Mas conseguir os materiais adequados ou a matéria-prima necessária no canteiro de obra por um preço mais baixo não é fácil.

O resultado final da obra pode influenciar positiva ou negativamente na decisão de compra do imóvel.

No post de hoje, vamos falar sobre a redução de custos na construção civil, além de algumas dicas que podem ajudar a aumentar a produtividade no canteiro de obras.

 

7 Dicas para reduzir custos na obra

1 – Busque incentivos fiscais

Uma das soluções que pouquíssimas empresas levam em consideração são os incentivos fiscais.

Eles estão disponíveis para construtoras, prevendo algumas vantagens sob determinadas condições.

Por exemplo, o RET (Regime Especial de Tributação), permite a diminuição e unificação de impostos.

Essa unificação de tributos impostos às incorporações imobiliárias se dá quanto as empresas são responsáveis pela construção ou reforma de creches e pré-escolas.

Incorporadoras que atuam na construção de unidades habitacionais do programa Casa Verde e Amarela (antigo Minha Casa, Minha Vida) com valor de venda de até R$ 124 mil, também recebem este incentivo fiscal.

São situações que podem gerar economia geral e reaproveitamento de recursos.

 

2 – Tecnologia

Outra forma de reduzir custos na construção civil é por meio da tecnologia, que pode ser muito bem aproveitada nesse sentido.

Algumas ferramentas tecnológicas permitem às incorporadoras diminuir o tempo de resposta, melhorar a produtividade e identificar falhas e erros com rapidez.

Além disso, elas também podem concentrar uma grande quantidade de tarefas fiscais, operacionais, financeiras, entre outros departamentos.

Entre as melhorias tecnológicas, a incorporadora pode investir em maquinário mais moderno, sistemas de gestão operacional e meios de comunicação instantânea.

Além disso, a tecnologia aplicada em uma obra é também uma forma de reduzir o impacto ambiental, com tecnologias que ajudam a preservar o meio-ambiente.

Utilizar essas ferramentas na empresa é muito mais vantajoso do que controlar tudo em planilhas, usar máquinas obsoletas ou ter que se deslocar para transmitir uma informação. Essa otimização gera redução de custos em todas as frentes.

 

3 – Terceirização

A terceirização que pode ser feita nas incorporadoras não é apenas de profissionais, mas também de máquinas e equipamentos.

A compra de certas máquinas da construção civil pode ser um alto investimento, mas nem sempre é sinônimo de produtividade e retorno.

Por vezes, vale a pena alugar esses equipamentos e utilizá-los na obra até sua conclusão.

Para ter certeza, faça uma análise de custos, levando em consideração o aluguel versus a compra do equipamento.

Já na terceirização de pessoas, podemos dizer que é sempre mais vantajosa.

Assim, você não terá gastos com contratações, demissões, pagamento de benefícios ou férias. Tudo isso fica por conta da terceirizada.

Além do mais, a terceirização de mão-de-obra pode aumentar cada vez mais a produtividade na construção civil.

 

4 – Gerenciamento de insumos

O desperdício de insumos figura entre os principais problemas da construção civil, segundo mais de 70% das empresas do ramo.

Com tanto desperdício, é natural que aumente muito o gasto com novos materiais, o que é contraprodutivo.

Então, uma boa dica para reduzir custos na construção civil é reaproveitar ao máximo os materiais, além de instruir os colaboradores no cuidado para evitar o desperdício.

Às vezes, um procedimento que é feito em duas horas sem desperdício, pode ser feito em uma hora com desperdício.

Nem sempre essa diferença compensa mais no tempo do que no material. Então, fique atento!

 

5 – Inovação

A inovação é essencial para manter a redução de custos na construção civil constantemente.

O que funcionava ano passado, pode já não funcionar hoje. É preciso buscar novas soluções para novos problemas.

A melhor dica é fazer uma lista com os principais problemas da incorporadora e focar em cada um deles.

Analise o problema mais grave, veja qual a solução atual para ele e, então, busque outras. Alternativas mais recentes, ideias diferentes, coisas novas.

Essa é uma das melhores armas para manter a empresa inovadora, relevante e com alta credibilidade.

 

6 – Marketing

Será que você está fazendo marketing da forma correta? Nos dias atuais, quase ninguém lê os materiais impressos que você distribui nas ruas da cidade.

Outdoors também não surtem tanto efeito quanto esperado, pois eles estão no meio de uma enorme poluição visual de informações.

Não estamos dizendo que você precisa abandonar essas formas de marketing, mas diminua a parcela de investimento feita neles e direcione para o marketing digital.

É na internet que as coisas realmente acontecem. O perfil do comprador de imóveis se transformou ao longo do tempo e, hoje, ele está na internet.

Com as melhores estratégias de marketing digital, você consegue mais retorno com menos investimento.

 

7 – O espaço onde fica seu escritório

Você já parou para pensar se o escritório que você tem hoje é a melhor solução para sua empresa?

O custo para manter um escritório em uma sala comercial, por exemplo, envolve o aluguel do espaço, as contas de água, luz, internet e telefone, além da mobília, limpeza e manutenção.

Uma ótima alternativa são as salas privativas, em escritórios compartilhados.

Elas já possuem uma infraestrutura completa, sem que você precise pagar por contas de consumo ou mobiliar o local.

Em uma sala privativa, estão inclusos:

  • Aluguel da sala;
  • Contas de consumo;
  • Internet de alta velocidade e estabilidade;
  • Mobília de alta qualidade;
  • Ar condicionado;
  • Decoração.

Além disso, existem inúmeros serviços adicionais que você pode contratar, como salas de reuniões e escritório virtual.

Entenda quais as diferenças entre salas comerciais e salas privativas.