A importância do controle de estoque para o setor comercial

importância do controle de estoque

A importância do controle de estoque para o setor comercial

Entenda a importância do controle de estoque para o comércio e como uma boa gestão de estoque pode ajudar sua empresa.

 

O estoque é responsável por grande parte dos custos de um comércio. Além da armazenagem em si, estão envolvidos a compra, a expedição, os fretes, entre outros fatores.

Para manter tudo operando corretamente, a boa gestão de estoque é essencial.

No post de hoje, vamos falar sobre como fazer a gestão de estoque de forma eficiente.

 

O que é gestão de estoque?

A gestão de estoque é o processo pelo qual uma empresa mantém seu estoque organizado, tanto física quanto teoricamente.

Isso quer dizer que, além de manter os produtos cada um em seu devido lugar, o gestor também sabe exatamente o que fazer com eles.

A gestão de estoque possibilita a tomada de decisão de forma muito mais rápida, já que fica fácil encontrar uma informação sobre o estoque a qualquer momento.

Os processos ficam mais claros, as demandas ficam mais organizadas e a empresa evita a falta de produtos para venda.

Além de tudo isso, há uma enorme redução de custos com perdas e armazenamento.

 

Quais os benefícios da gestão de estoque?

Controle de perdas

Perdas são comuns em estoques que não possuem um controle rígido. Elas podem acontecer por diversos motivos.

A falta de atenção é o principal, seguido da falta de informação sobre determinado produto e da pressa na hora de receber a mercadoria.

Infelizmente, também não se pode descartar a hipótese de furto, embora seja muito menos comum.

Através de uma gestão de estoque eficiente, consegue-se controlar muito melhor as perdas.

Os inventários realizados regularmente contribuem para inibir as perdas e, muitas vezes, são suficientes para conseguir entender o que aconteceu com determinado produto.

 

Favorece o capital de giro

Quando uma mercadoria fica parada em estoque, o custo com armazenagem continua correndo.

Quanto mais tempo essa mercadoria ficar parada, maior será o custo que ela estará gerando à empresa.

A importância do controle de estoque aparece em uma boa gestão que proporciona a redução desses custos.

Com estratégias e processos para evitar produtos parados em estoque, os custos com armazenagem caem.

Consequentemente, você começa a vender mais os produtos que antes estavam parados.

Além disso, evita-se outro problema, que é o vencimento do produto ainda em estoque.

 

Melhora o entendimento de oferta e demanda

Entender a dinâmica do mercado faz parte da importância do controle de estoque para o setor comercial inteiro.

Toda empresa precisa entender a relação entre oferta e demanda para seu nicho específico.

Felizmente, uma observação de perto no estoque pode fornecer esta, entre inúmeras outras informações.

Você entende, imediatamente, o que vende mais, o que vende menos e o que está na metade do caminho.

É possível determinar o que deve entrar em promoção, o que deve se manter no preço atual e o que deve parar de ser comercializado, já que gera mais custo do que lucro.

 

Otimiza o espaço físico

Nenhum estoque é ilimitado. Cada empresa está condicionada ao espaço físico que tem disponível para a armazenagem.

Por mais que você use técnicas de armazenagem para guardar produtos onde eles parecem não caber mais, isso não é aconselhável.

O segredo de um bom controle de estoque é a organização.

Por isso, a gestão de estoque favorece a otimização do espaço físico.

Compreendendo o que você tem e as dimensões de cada produto, fica mais fácil saber o que fazer com cada um deles.

Além disso, você se torna capaz de prever se uma compra vai sobrecarregar seu estoque ou deixar espaço disponível ainda.

 

Como fazer o controle de estoque?

Classificação e agrupamento

Vamos a algumas dicas básicas para melhorar seu controle de estoque. Primeiro, classifique os produtos em categorias e agrupe-os dessa forma.

Isso facilitará na hora de encontrar o que você está procurando. A classificação e agrupamento deve estar muito clara na gestão de estoque.

 

Quantidade mínima e máxima

Determine uma quantidade mínima e máxima para cada item. Seu estoque não pode ficar aguardando uma resposta da liderança para comprar ou não.

Estabelecendo esses limites, o responsável pelas compras saberá onde está pisando.

 

Inventário

O inventário, como já dito anteriormente, melhora o entendimento do estoque, inibe perdas e garante a organização.

Faça um inventário periodicamente. O recomendado é, no mínimo, uma vez ao mês, com a loja fechada e poucos funcionários presentes.

 

Ferramentas e tecnologia

Não hesite em investir nas soluções tecnológicas que podem te ajudar no controle de estoque.

Softwares de gestão de estoque facilitam muito seu trabalho. Há também os contadores eletrônicos, que ajudam a diminuir o risco de erro humano na contagem.

 

Com essas dicas, você já começa a transformar seu controle de estoque. Quer saber o que você pode fazer para melhorar ainda mais o desempenho geral da sua empresa?

Aprender a negociar da melhor forma possível, tanto com clientes quanto com fornecedores e parceiros.

Leia nosso artigo com 7 Dicas de negociação para você melhorar seus resultados!